loading…

Casarão do Carmo

Ico-arrow_left Ico-arrow_right    

Conjunto projetado para a COHAB (Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo) que consiste na transformação do Casarão do Carmo em centro social e de lazer para os moradores.

O edifício, tombado pelo Patrimônio Histórico, foi construído no final do séc. XIX segundo projeto do arquiteto George Krug. O casarão foi sede do bispado e residência dos bispos. A igreja, inaugurada em 1810, estava localizada no caminho que vem do litoral e anunciava a chegada dos ilustres a São Paulo. Em seu interior, há uma imagem em madeira do Bom Jesus, datada do século XVI.

O projeto visa reforçar a relação direta entre a residência individual e a cidade, estabelecendo o compromisso individual e inequívoco com as áreas públicas e uma realidade urbana especifica.

Propõem-se, então, acessos particularizados (acessos de vizinhança), eliminando circulações e escadas gerais coletivas. Esses acessos de vizinhança são espaços de extensão da residência e, portanto, de responsabilidade dos próprios vizinhos.

O objetivo é inserir o monumento histórico como um novo significado na estrutura da cidade. Uma nova área pública atravessa o casarão, gerando novos moldes de usos e de percepção do conjunto. Esse novo espaço público estará em continuidade franca e legível com a estrutura pública existente, não gerando exclusão e potencializando as leituras das volumetrias dos prédios históricos existentes, ponderando os gabaritos de modo solidário aos novos edifícios circundantes.

O projeto pretende obter o máximo de valores éticos com a mínima área oferecida às unidades habitacionais. Propõe-se aqui estabelecer no centro da habitação, o conjunto formado pela cozinha, lavanderia e jantar – centro da atividade privada da família. Essa proposta nos obriga incluir no projeto um mobiliário fixo mínimo que facilite a organização correta do cotidiano.

Local:
São Paulo, SP

Data:
2003-paralisado

Cliente:
COHAB-SP

Área de intervenção:
542 m²

Área construída:
1.183,85 m²

Unidades habitacionais:
25 unidades, 2 tipologias, 31 a 39 m²

Densidade do entorno:
112,5 hab/ha

Densidade do projeto:
922 hab/ha

Unidades habitacionais:
25 unidades, 2 tipologias, 31 a 39 m²

Densidade do entorno:
112,5 hab/ha

Densidade do projeto:
922 hab/ha

Arquitetura e Urbanismo:
VIGLIECCA&ASSOC
Hector Vigliecca, Luciene Quel, Ruben Otero, Lilian Hun, Ana Carolina Penna, Ronald Werner, Mario Echigo, Fausto Chino, Indiana Marteli, Maíra Carrilho, Yuri Vital, Paulo Serra, Luci Maie.

Estrutura:
Pedro Telecki

Instalações:
Oaci Picolo e Alceu Belqueldo Filho

Orçamento:
Mário Scarpelli

Topografia:
Carlos Haak

just a font pre-loader...