loading…

Complexo Figueirense FC

Ico-arrow_left Ico-arrow_right    

1. Comércios da arquibancada baixa, voltados para o jogo

Praça comercial larga e equipada no nível de acesso às arquibancadas baixas, com “ilhas” comerciais no meio.
Permite arranjos de comércios para os dois lados, ou para um lado só através da separação com grades: antes do jogo comércios voltados apenas para fora; durante o jogo comércios voltados apenas para dentro.


2. Terceira arquibancada – vip

A maioria dos estádios possui três arquibancadas separadas sendo uma delas vip, localizada no centro do estádio.


3. Área de lounges vips unificadas

Circuito especial para utilização vip: estacionamento, ponte que vincula o primeiro andar com o acesso ao hall vip, comum para todas as diferentes localidades, uma grande festa!
Grandes áreas para lounges, catering e uma entrada através de um importante hall com áreas de estar, bares, informações dos patrocinadores, etc.
Dois níveis vips, um com acesso às cadeiras vips e o outro para acesso aos camarotes.
No andar inferior, ao nível dos acessos, vários lounges diferentes patrocinados por distintas empresas, e uma circulação que os vincula, desde a qual se ascende ao nível superior onde estão os lounges dos camarotes que como balcões, observam todos os andares inferiores; um grande espaço único subdividido por setores, mas de utilização comum.


4. Arquibancada principal como edificação especial separada

O conceito consiste na conformação da arquibancada principal como um prédio separado, tanto em termos de utilização, como das instalações, um duto visitável de instalações que percorre todo o prédio desde o nível de subsolo, canalizações de água, eletricidade e ar condicionado, que coincide com todos os espaços e funções vips, acessos, lounges, salas de conferências, acesso dos jogadores, suporte para imprensa, etc; o restante são apenas arquibancadas sem instalações especiais. Uma ideia de otimização da manutenção e do custo das instalações.


5. Vestiários – separação da área úmida

Piscina aquecida para tratamentos e duchas isoladas do restante do vestiário, separadas por portas de vidro para evitar o excesso de umidade.


6. Museu e lojas

O percurso das visitas ao estádio termina na área do museu e lojas, ou seja, estabelece um circuito único que finaliza irremediavelmente nas lojas.

Local:
Florianópolis, Santa Catarina

Data:
2006

Cliente:
Figueirense Futebol Clube

Área de intervenção:
60.800 m²

Área construída:
73.000 m²

Arquitetura e Urbanismo:
VIGLIECCA&ASSOC
Hector Vigliecca, Luciene Quel, Ruben Otero, Ronald Fiedler, Neli Shimizu, Thaísa Froés, Adda Ungaretti, Gerônimo de Stéfani, Ignácio Errandonea, Paulo Serra, Luci Maie

Perspectivas:
Gonzalo Rivas, Sebastian Castagnet

Bannersite8d

just a font pre-loader...